terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O trabalho mais nojento do mundo

Você cresce, estuda, faz cursinho, passa em uma universidade pública e pronto, está apto a realizar a profissão dos seus sonhos: ser um lavador de sêmen. Não é brincadeira, existe mesmo, e está na lista dos piores trabalhos da ciência, da revista americana Popular Science.

Quer saber por quê? Os bancos de esperma possuem salas lotadas de revistas femininas e DVDs, daqueles que você só encontra na seção dos adultos, sabe? O trabalho dos doadores é fazer o “depósito”, receber o dinheiro e sair. O lavador de sêmen assume aqui (tá certo que a formação desses caras e algo como técnico de laboratório). Mas imagine a imundice do local, kkkkkkkkkkkkk

Sua função é pegar o sêmen coletado e colocá-lo sob o microscópio para contar os espermas. Aí vem a lavagem: os técnicos colocam a amostra em uma centrífuga e separam o plasma das células férteis. Então a gororoba segue direto para o freezer. Do freezer para um útero. E é assim que nascem os bebês!

Ah, claro, este post vai ficar sem imagem, blz!!!